Uso Feminino de Esteróides

Muitas pessoas possuem fortes convicções contra o uso de esteróides por mulheres. O equívoco mais comum envolve a idéia de que eles transformarão a mulher em “um monte de músculo com uma vagina”. Apesar de que em alguns casos isso é verdade, o fato mais significante continua sendo que esteróides podem ser muito benéficos às mulheres.

Certamente, injetando testosterona em uma mulher, ela vai eventualmente manifestar características fortemente masculinas. De fato, provavelmente isso ocorrerá com a maioria dos esteróides. Alguns efeitos colaterais podem incluir o engrossamento da voz, desenvolvimento de pelos faciais e corporais e aumento clitoridiano. Alguns esportes, como o fisiculturismo feminino, encorajam suas participantes a desenvolver quantidades inaturais de músculo e, nesta busca pelo êxito, algumas mulheres fazem o sacrifício derradeiro em detrimento de sua própria feminilidade. Daí provavelmente nasce a maioria dos equívocos.

Também há o fator moral. É lícito lançar mão de substâncias “estrangeiras” para alcançar um corpo belo e magro? Acredito que seja. Afinal de contas, não são E/C/A(1), suplementos protéicos e afins, substâncias “estrangeiras”? Alguém poderia argumentar que a extensão dos danos causados pelos esteróides é muito maior. Isso é verdade se os esteróides forem usados incorretamente, mas se uma usuária feminina de esteróides é corretamente guiada, não há risco em absoluto. Há muitas outras coisas que me incomodam na reprovação da sociedade em relação ao uso feminino de esteróides. Muitos alegam que ter um bom corpo é um motivo extremamente superficial. Discordo categoricamente. Você preferiria que uma mulher continuasse a viver se sentindo mal e envergonhada em relação ao seu corpo? Possivelmente até ter de terminar com seu parceiro por não se julgar merecedora? Eu acho que não.

Explique-me por que é socialmente aceitável usar pílulas para controle de natalidade que, diga-se de passagem, são feitas de esteróides, para poder fazer sexo frívolo? Por que é aceitável a uma mulher que “se sente como um homem” seguir o procedimento para a mudança de sexo? Digo “procedimento” porque, ao contrário das mudanças do tipo “homem-mulher”, não há mutilação genital envolvida no processo. Quando uma mulher deseja mudar de sexo, simplesmente são prescritas a ela grandes quantidades de testosterona. Sim, você leu corretamente, testosterona, ou seja, esteróide. Então por que está correto usar esteróides para ter relações sexuais frívolas e possuir uma aparência mais masculina, enquanto é errado usá-los numa tentativa de perder peso e ser saudável? Nossa sociedade abunda em contradições. Algumas vezes me sinto enojado pela sua hipocrisia.

Estou aqui para prestar esclarecimentos sobre um assunto bastante impertinente: como usar esteróides corretamente. Estou aqui para ensinar como se usa esteróides sem perder qualquer feminilidade. Estou aqui também para dizer que, se usados corretamente, não vão lhe machucar. Se usados corretamente, não vão tornar sua aparência masculina. Se usados corretamente, não representam qualquer risco à saúde.

Primeiramente precisamos definir nossos objetivos. Se ele for ganhar o máximo de músculo possível, sem qualquer consideração quanto à preservação de suas qualidades femininas, faça-me um favor e vá se informar em outro lugar, pois este artigo não é para você. Mas se seu objetivo é perder gordura e talvez enrijecer seu corpo, continuando tão feminina quanto possível, por favor, continue a leitura.

Primariamente vou tratar do assunto da perda de gordura. Não há sentido em desenvolver seus músculos e possuir um corpo rijo se há uma camada de gordura escondendo-os. Logo, provavelmente será mais vantajoso perder a gordura antes de direcionarmo-nos ao ganho muscular.

São três as drogas mais utilizadas atualmente: T3 (hormônio tireóideo), Clenbuterol e DNP. Realmente sugiro evitar o uso de DNP. Não apenas porque é potencialmente letal, mas também pode danificar seus óvulos, destruindo suas possibilidades de gerar bebês normais. Devido aos perigos envolvidos no uso de DNP (que são maiores para mulheres), não vou tratar dele neste artigo.

A combinação T3 + Clenbuterol foi responsável pela mudança muitos corpos. T3 é comumente utilizado no campo médico para tratar indivíduos obesos. Wolman SI e cia fez um experimento com pacientes obesos, dando-lhes 20mcg de T3 três vezes ao dia. A pesquisa mostrou um significante aumento na perda de peso sem qualquer efeito colateral aparente.

T3 é altamente eficiente e, se usado corretamente, seguro. Entretanto, doses de 150mcg e acima aumentam significantemente a chance de fechamento (supressão permanente) da tireóide. Logo, recomendo que não se exceda 100mcg/dia e que apenas sejam feitos ciclos de, no máximo, duas semanas.

Clenbuterol é uma droga que se tornou popular recentemente, e isso se deve principalmente às suas propriedades anabólicas e redutoras de gordura subcutânea. Normalmente é prescrito como broncodilatador, mas não foi aprovado para uso neste país. Clenbuterol realmente potencializa a retenção de massa magra e retarda o ganho de gordura. É comercialmente encontrado na forma de comprimidos de 0.02mcg. Muitos atletas usam de 5 a 8 por dia. Mulheres costumam usar de 4 a 6. Assim como T3, Clenbuterol não deve ser usado por mais de 2 semanas e suas doses devem ser divididas durante o dia.

Usando T3 e Clenbuterol você verá sua gordura “derreter-se”, mas apenas se usar a dieta e rotina de exercícios corretas. Sugiro a Bodyopus(2) e um exercício aeróbico matinal.

O seu ciclo para perda de gordura deverá assemelhar-se a isto:

Dia 1: 2 comprimidos de Clenbuterol e 25mcg de T3

Dia 2: 3 comprimidos de Clenbuterol e 50mcg de T3

Dias 3 a 10: 4 comprimidos de Clenbuterol e 75mcg de T3

Dias 11 e 12: 3 comprimidos de Clenbuterol e 50mcg de T3

Dias 13 e 14: 2 comprimidos de Clenbuterol e 25mcg de T3

Dias 15 ao 28: Descanso

Chegando ao dia 28, pode-se começar novamente e repetir quantas vezes forem necessárias para alcançar seu objetivo. Lembrando sempre que você deve seguir uma boa dieta e fazer muito exercício aeróbico.

Perdida a gordura, será a hora de concentrar-se na musculatura. É neste momento em que os esteróides entram no jogo. Você precisará encontrar um que não possua efeitos virilizantes para que sua feminilidade se mantenha. A escolha da droga correta é parte essencial.

Todos sabemos que testosterona está completamente fora de questão. Em estudos com quatro cantoras que se submeteram a terapias hormonais, foi notada extrema virilização como conseqüência do uso de testosterona e/ou nandrolona. Decanoato de nandrolona (conhecida também como Deca) tem efeitos virilizantes elevadíssimos. Em experimentos conduzidos com mulheres, foram administrados 50mg de Deca a cada 3-4 semanas. Mesmo nessas doses inacreditavelmente baixas, 50% das pacientes perceberam sinais de virilização. Em 1980, a Heinonen and company fez uma experiência envolvendo 98 mulheres. Todas entre elas que receberam suplementação de decanoato de nandrolona sofreram os efeitos colaterais da virilização. Assim, recomendo fortemente que se evite tanto testosterona quanto Deca.

Então qual esteróide pode ser usado com segurança? Primobolan depot (enhanato de metenolona(3)) é conhecido como um esteróide extremamente seguro neste sentido. Num experimento com 43 mulheres, 200mg de Primobolan foram administrados semanalmente. Noutro, a quantidade de mulheres foi 66. Em ambos experimentos o esteróide foi bem tolerado. Mas de início recomendo que a doses não ultrapassem 100mg/semana.

Comece com 50mg por duas semanas. Se não houver virilização, sugiro o aumento da dose para 100mg por mais oito semanas. Depois reduza a dose novamente a 50mg por mais duas semanas para ajudar na conservação de seus ganhos. A maioria conseguirá obter cerca de 2,5-5kg de massa muscular durante esse ciclo. Aumento do desejo sexual e orgasmos mais rápidos são os efeitos colaterais mais comuns. Poucas desenvolvem acne e oleosidade cutânea durante o uso de Primobolan depot, mas, de qualquer forma, em caso positivo, técnicas para evitar o aumento da acne já foram discutidas em meu último artigo: O Guia Completo para Utilização de Testosterona.

Seu ciclo deverá ser algo parecido com isto:

Semanas 1 e 2: 50mg de Primobolan depot + 3-4 comprimidos de Clenbuterol/dia

Semanas 3 e 4: 100mg de Primobolan depot

Semanas 5 e 6: 100mg de Primobolan depot + 3-4 compr. de Clenbuterol/dia

Semanas 7 e 8: 100mg de Primobolan depot

Semanas 9 e 10: 100mg de Primobolan depot + 3-4 compr. de Clenbuterol/dia

Semanas 11 e 12: 50mg de Primobolan depot

Durante o ciclo a alimentação deve ser equivalente a 110% / 120% do normal. Recomenda-se um descanso de aproximadamente 6-8 semanas antes de recomeçar. Não há, entretanto, problema algum em intercalar ciclos de T3/Clenbuterol aos períodos de descanso dos de Primobolan. Subseqüentemente pode-se experimentar doses mais elevadas, mas mantendo-se sempre atenta a quaisquer sinais de virilização, que devem ser correspondidos com a imediata redução da dose.


Notas:

1 – Mistura termogênica de efedrina, cafeína e aspirina na proporção 1/10/15.
2 – Bodyopus é uma variante da dieta cetogênica. Para se informar mais, leia o artigo Perguntas Freqüentes sobre a Dieta Cetogênica.
3 – Primobolan depot e Primobolan acetato são suas drogas diferentes.

2 comentários:

  1. Amei sua matéria, muito raro pessoas com essa mentalidade e esclarecimentos . Está de parabens. Sou mulher e jâ tive problemas sérios de queda de cabelo usando oxandrolona e stanozolol. Vc me ajudou bastante. Dá consultoria?

    ResponderExcluir
  2. Adorei o artigo!
    Estou com o ciclo comprado em casa mais ainda tenho algumas dúvidas. Li sobre o cetotifeno, que se tomado junto no ciclo, não é necessário ter a pausa de duas semanas, é isso mesmo?
    E eu tomo anti-concepcional oral. Qual a influencia deles no ciclo?
    Tenho que fazer alguma suplementação durante o ciclo e pós?
    Muito obrigada!
    Luciana

    ResponderExcluir

Artigos recomendados